Quando o assunto é a beleza do corpo, duas das queixas mais reportadas são: a celulite  e a flacidez da pele dos GLÚTEOS.

O que muitas pessoas não sabem é que, na maioria dos casos, essas duas condições podem estar relacionadas e, por isso, o tratamento para o combate de ambas deve ser feito com a associação de técnicas e tecnologias modernas.

 

A celulite

A celulite é conhecida tecnicamente como lipodistrofia ginóide e é basicamente um acúmulo de gordura, água e toxinas em camadas específicas da pele. Esse acúmulo faz com que as células cutâneas fiquem endurecidas e com que a epiderme ganhe o relevo irregular que tanto incomoda as mulheres. Além da relação direta da celulite com o excesso de gordura, a perda de elasticidade e firmeza da pele pode evidenciar ou agravar o aspecto indesejado de “casca de laranja”.

 

A flacidez

A flacidez da pele é caracterizada pela perda de firmeza cutânea, em decorrência de fatores como a degradação das fibras de colágeno e elastina, o sedentarismo, o tabagismo, a falta de hidratação da pele,  as oscilações de peso, a exposição excessiva ao sol (especialmente se sem proteção), entre outros.

 


Afinal, como tratar de vez a celulite e a flacidez nos glúteos?

É fundamental entender que nenhum tratamento é milagroso e nenhum resultado pode ser mantido para sempre, sem que o paciente tenha cuidados em casa com a saúde do corpo.  Em outras palavras, os procedimentos em consultório são super importantes e eficazes, desde que se mantenha hábitos de vida saudáveis, como uma alimentação equilibrada e a prática de atividades físicas regulares.


De forma geral, as tecnologias que mais gosto de indicar para tratar essa queixa são:

 

  • Vela Shape III – Tecnologia que combina a radiofrequência bipolar (com 150 watts de potência), o infravermelho e a manipulação mecânica, estimulando a contração e a produção de fibras de colágeno, quebrando fibroses, reduzindo as células de gordura e melhorando a circulação sanguínea e linfática local. O resultado é a melhora da celulite e do contorno corporal, colaborando para a redução da flacidez, inchaço e gordura localizada.

 

  • Exilis® – Equipamento de radiofrequência monopolar focada e não-invasiva que emite um comprimento de onda capaz de atingir camadas mais profundas da pele, tratando a  flacidez e a gordura localizada. O Exilis corporal provoca a morte das células de gordura e estimula a produção de colágeno, tratando a flacidez. Consequentemente, esta tecnologia age atenuando o aspecto marcado da celulite.

 

  • Biestimuladores de colágenoOs bioestimuladores de colágeno são substâncias que, quando injetados profundamente na pele, provocam uma reação inflamatória local e induzem à produção de colágeno novo. O resultado é a melhora da qualidade, firmeza e textura cutânea, tanto na face, como no corpo. As substâncias bioestimuladoras mais conhecidas são o Ácido polilático (Sculptra®)  e a Hidroxiapatita de cálcio (Radiesse®).
  • Ultraformer III – Equipamento de ultrassom micro e macrofocado que aquece a pele e fáscia muscular entre 65 e 75 graus, provocando microlesões e estimulando a produção de colágeno em diferentes profundidades. Os dois tipos de ultrassom, o micro e o macrofocado, são ajustáveis de acordo com as necessidades individuais do paciente e a área a ser tratada. No corpo, o Ultraformer III age no combate à flacidez, à gordura localizada, melhorando também a textura da pele e a aparência da celulite.

A associação dos tratamentos acima muitas vezes se torna necessária, aumentando assim os resultados dos tratamentos. A avaliação profissional em clínica médica é de extrema importância para classificar o grau da celulite e da flacidez, propondo de forma individualizada o melhor protocolo de tratamento.

 

Comentários: